A Rede Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, fomentada pela Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça (SNJ/MJ), inaugurou mais um ponto de atendimento no Paraná. O Núcleo Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas paranaense é o 15º do país e está vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado.

Os núcleos de enfrentamento são responsáveis por sensibilizar os órgãos estaduais, distrital e municipais e a sociedade civil para o fenômeno do tráfico de pessoas, articular a política pública local, além de atender às vítimas. Até o final deste ano, o Governo Federal lança o II Plano de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.
A Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron), articulada pelo Ministério da Justiça com a adesão dos 11 estados que fazem fronteira com outros países – Acre, Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina – também destina recursos para o enfrentamento ao tráfico de pessoas. Entre 2008 e 2012, foram investidos cerca de R$ 5,2 milhões. Até 2014, serão investidos mais R$ 5,9 milhões na construção de mais 10 postos nesses estados fronteiriços.

Fonte: Ministério da Justiça

Enhanced by Zemanta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.