O iraniano Alireza Bagheri da Escola de Medicina da Tehran University of Medical Sciences, publicou em 2015 o artigo Child organ trafficking: global reality and inadequate international response.

Ainda que o autor tenha uma abordagem diferente da minha, ele ressalta a complexidade e diferenças relacionadas ao tráfico de órgãos de crianças, passando por apresentar os mecanismos internacionais atualmente existentes e a necessidade de uma colaboração internacional mais orquestrada para o desenvolvimento de medidas preventivas, bem como a importância de documentos juridicamente vinculativos para combater o tráfico de órgãos infantis.

O artigo deve ser pago para ter acesso pelo link, mas quem for pesquisador e tiver interesse pelo tema solicite este artigo via o menu contato deste blog que lhe encaminharei o pdf.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.