A polícia chinesa anunciou a prisão de 802 suspeitos de fazer parte de duas grandes redes de tráfico de crianças que operavam em várias partes do país. A operação levou à libertação de 181 crianças, segundo autoridades chinesas.

Vítimas dessas redes são frequentemente vendidas para adoção ou para serem exploradas no trabalho infantil, muitas vezes doméstico.

As investigações que levaram à operação, divulgada nesta sexta-feira (6), começaram em dezembro de 2011, quando quatro pessoas foram presas na província de Henan tentando vender quatro bebês.

Fonte: http://www.band.com.br/noticias/mundo/noticia/?id=100000515236

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.