O Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Maria dos Anjos iniciou no dia 22 de setembro a pesquisa Diagnóstico Rápido Participativo, da exploração sexual de crianças e adolescentes, incluindo o tráfico, nos municípios de Porto Velho e Guajará-Mirim. O levantamento de dados está sendo feito por pesquisadores da Universidade Federal de Rondônia, que firmou parceria com o Centro de Defesa, para a realização da pesquisa. As informações coletadas serão analisadas em seminário marcado para novembro para elaboração do Plano Operativo Local de enfrentamento e monitoramento da violência sexual contra crianças e adolescentes.

A pesquisa é uma das ações previstas no Projeto Apoena, que tem por objetivo levantar a realidade das instituições, mapear os fluxos e avaliar a qualidade do atendimento, as estruturas organizacional e operacional dos programas, além dos serviços e redes de serviços de enfrentamento da exploração sexual e do tráfico a ele associados.

O Projeto Apoena visa contribuir para o conhecimento da realidade sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes e fortalecer política e tecnicamente as ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, através da implantação do Programa de Ações Integradas e Referencias Contra a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes em Território Brasileiro (Pair), do Governo Federal.

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.