Hoje, na Folha de Salvador, foi publicada uma matéria sobre o Temor de se doar órgãos em nosso país, demonstrando que é um temor relacionado à falta de informação, para não dizer “ignorância” da população.

A máfia do tráfico de órgãos é composta por organizações criminosas que envolvem médicos, policiais, agentes do Estado…

É interessante quando percebemos que o Brasil é um dos países que mais investe em transplantes, no entanto, possui uma das maiores filas de transplantes do mundo, um tanto quanto contraditório.

Este assunto é delicado, e notícias como a do jornal Folha de Salvador,  só faz aumentar o tabu relacionado às denúncias e investigação sobre esse  crime. É difícil imaginar que os envolvidos nesse tipo de crime são pessoas que deveriam proteger a vida, e o assunto continua sendo tratado como lenda urbana e sendo reforçado como tal pelos meios de comunicação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.