A polícia australiana libertou, no dia 07 de março, em Sidney, dez mulheres de nacionalidade sul-coreana da situação de escravas sexuais em bordéis da cidade. A rede de traficantes de mulheres para exploração sexual, da qual foram detidas cinco pessoas, atraía, também, jovens da China e do Japão,  forçando-as a trabalhar até 20 horas por dia. […]

Read More