“Taxi contra o tráfico de seres humanos”. Este é o nome da iniciativa promovida pela Conferência Episcopal da África do Sul (Sacbc), voltada a sensibilizar os taxistas sobre esta chaga humana e social. O projeto foi apresentado em uma conferência realizada de 12 a 15 de abril, organizada pelo Escritório contra o Tráfico de Seres Humanos (Counter Trafficking in Persons Office – CTIP) da Igreja local, em colaboração com os Superiores dos Institutos Religiosos.

“O tráfico de seres humanos, especialmente de crianças, é muito difundido na África do Sul”, afirmou Irmã Melanie O’ Connor, Coordenadora do CTIP, citada pela Agência Fides. “Não somente existe o problema do tráfico dentro do país, mas a maior parte do tráfico de pessoas entre 14 e 23 anos passa por nossas fronteiras na ação de indivíduos e grupos criminosos organizados”.

No dia 14 de abril, os taxistas haviam se reunido em Madibeng para expressar solidariedade à iniciativa promovida pela Igreja Católica. Naquela ocasião, Irmã Melanie havia sublinhado o papel desempenhado pelos taxistas no combate ao tráfico de seres humanos, ao indicarem às autoridades o transporte de passageiros suspeitos acompanhados de menores. “Juntos podemos fazer a diferença”, concluiu a religiosa. (JE)

Fonte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.