A proposta do PSOE (Partido Socialista Obrero Español) no capítulo “Tráfico de mulheres com fins de exploração sexual e prostituição”  supõe “um modelo social que lute pelo desaparecimento das causas que obrigam às mulheres a protituir-se”. Entre as medidas que pretende figura o desaparecimento dos anúncios de contatos sexuais nos periódicos.

O Partido Socialista assegura que durante a próxima legislatura será aprovado “um plano integral contra o tráfico de mulheres para fins de exploração sexual”, com três principais objetivos.

Primeiro, a “luta contra as máfias que traficam fundamentalmente com mulheres e menores com fins de exploração sexual”.

Em segundo lugar, o desenvolvimento de “uma rede de assistência integral para as mulheres vítimas da prostituição”, com a criação de “programas integrais de atenção ao coletivo e de inserção trabalhista”. E, além disso, realizará “campanhas de sensibilização social na luta contra a trata de mulheres com fins de exploração sexual”.

Estas medidas virão acompanhadas, “em função das recomendações do Congresso”, de “um código de auto-regulação entre os meios de comunicação escritos para que suprimam os anúncios de contatos sexuais”. Com um motivo: “A prostituição está intimamente ligada ao tráfico de mulheres”.

Fonte: ABC. http://www.abc.es/20080225/nacional-politica/codigo-autorregulacion-entre-periodicos_200802250246.html

One thought on “Um código de auto-regulação entre os periódicos para que suprimam os anúncios de contatos sexuais na Espanha”

  1. Olá, Daniela,

    Quero parabenizá-la e a sua equipe por esse trabalho importantíssimo !!!
    Vou sempre visitar esse blog, pois sempre procuro ler e acompanhar casos
    como esses que vi na TV BRASIL. Se eu puder ajudar… contate-me.
    Eu estou elaborando um texto de protesto a ser enviado ao Itamarati,
    condenando a postura do consulado brasileiro na Espanha diante de maus
    tratos sofridos por brasileiros e pessoas de outras nacionalidades. É
    inadmissível que qualquer país tenha esse comportamento e não receba
    censura veemente de toda comunidade internacional. O Brasil tem que se
    pronunciar publicamente contra esse tipo de política.

    Saúde e sabedoria. Um abraço.

    Antonio Diniz

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.