Na ocasião do Women’s World Awards (premiação anual de mulheres que se destacaram na promoção de um mundo melhor), ocorrido em Viena, Áustria, o Diretor Executivo do UNODC, Antonio Maria Costa, lançou a campanha Coração Azul contra o tráfico de pessoas. O crime é um problema global e nenhum país está imune, por isso a campanha tem o objetivo de chamar a atenção das sociedades para essa forma moderna de escravidão, que restringe os direitos e a dignidade de milhões de pessoas ano a ano.

Todos podem aderir à iniciativa coração azul divulgando o material da campanha e alertando sobre os perigos desse crime à sociedade. O coração azul representa tanto a tristeza daqueles que foram traficados quanto a frieza dos traficantes. Em contrapartida, o azul, cor oficial das Nações Unidas, demonstra o comprometimento de todas as agências no combate ao tráfico de pessoas. “Ainda existem pessoas desinformadas sobre essa forma de escravidão moderna. Contudo, também há muitas pessoas com boa vontade para lutar contra isso”, disse o Sr. Costa. “O coração azul irá sensibilizar a sociedade sobre um crime que envergonha a todos nós. É uma mostra de solidariedade para com as vítimas”, acrescentou ele.

O Diretor Executivo do UNODC também apelou aos participantes do Women’s World Awards, a se juntarem à campanha “para libertar os nossos irmãos e irmãs da exploração”. No Congresso Mundial da Mulher, ocorrido em Viena, em 4 de Março, ele descreveu o tráfico de seres humanos como “o pior tipo de violência contra as mulheres, que se torna ainda mais repugnante pelo fato de que as pessoas ganham dinheiro com isso”.

Embora a falta de recursos seja um dos principais fatores que reforça vulnerabilidade das vítimas a esse tipo de crime, a discriminação sexual e o sexismo também são complicadores. “Quer se trate de burkas ou biquínis, a humilhação de mulheres como objetos sexuais ou propriedade é uma afronta à dignidade humana. Cria-se um mercado de mulheres e meninas que são comercializadas como commodities”, disse o chefe do UNODC.

Recordando a campanha do Secretário Geral das Nações Unidas “Unidos para acabar com a violência às mulheres”, e na perspectiva do Dia Internacional da Mulher, em 8 de Março, o Sr. Costa convida pessoas de todo o mundo a aderir à campanha coração azul contra o tráfico de pessoas “para por fim a escravidão, e alcançar a igualdade de gênero”.

Obtenha mais informações e materiais da Campanha Coração Azul (em inglês)

Veja o Relatório Global sobre o Tráfico de Pessoas (PDF em inglês)

Fonte: http://www.unodc.org/brazil/pt/pressrelease_20090305.html

One thought on “UNODC lança a campanha Coração Azul contra o tráfico de pessoas”

  1. Precisamos de uma nova estratégia de indução ao desenvolvimento social , que preve a adoção de uma metodologia participativa, pela qual a população mobiliza recursos e talentos da comunidade civil, em parceria os vários níveis de governo e com a iniciativa privada para realização de diagnósticos da situação loco-regional, a identificação de potencialidades, a escolha de vocações e a confecção e planos integrados de desenvolvimento. Trata-se de uma tecnologia de resgate social inovadora para ongs e orgs. Conheça http://www.igrejaresponsavel.com.br

Deixe uma resposta para Cida Von Freitag Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.